HomeAtividade

Atividade do GEPPAV

GEPPAV assinala uma década de atividade com diversas iniciativas culturais e científicas

GEPPAV ExposicaoAssinalando os dez anos da sua fundação — em janeiro de 2004, como secção autónoma do Centro de Instrução e Recreio Vilarmourense (CIRV) —, o Grupo de Estudo e Preservação do Património Vilarmourense (GEPPAV) preparou um diversificado programa de atividades para os meses de janeiro e fevereiro de 2014.

O destaque vai para o lançamento, no dia 19 de janeiro, domingo, pelas 11 horas, na sede do CIRV, do IV Caderno do Património Vilarmourense intitulado “Minas e mineiros em Vilar de Mouros no século XX. Exploração de estanho e volfrâmio nas concessões da Fonte Nova e Castelhão”, com a particularidade de se tratar de um estudo em co-autoria com a geóloga Raquel Cepeda Alves, investigadora e doutoranda da Universidade do Minho. A edição tem o apoio da Câmara Municipal de Caminha, Junta de Freguesia de Vilar de Mouros e Direção Regional de Cultura do Norte.

 

 

Continuar...

Minas e mineiros em Vilar de Mouros no século XX. Exploração de estanho e volfrâmio nas concessões da Fonte Nova e Castelhão

Minas e mineiros

A publicação do IV Caderno do Património Vilarmourense decorre do encontro do GEPPAV, em 2007, com a geóloga Raquel Cepeda Alves que escolhera Vilar de Mouros e a mina de Castelhão (volfrâmio e estanho) como ponto de partida para um trabalho científico e académico, com uma importante vertente antropológica, sobre a mineração na região. Razões diversas foram adiando a edição mas na primavera de 2012 foi retomado o trabalho colaborativo com a geóloga — que, entretanto, concluíra o mestrado sobre a mina de Castelhão e preparava o doutoramento sobre o contexto alargado da mineração na Serra de Arga.

 

 

Continuar...

Jornal Caminhense - 10 de janeiro de 2014

 

caminhense2

Pág. 8 de 36

Go to top